07/01/2011

Bolsa rota

Dra. Betina Bittar
Médica obstetra

Uma polêmica sobre a conduta na ruptura prematura da bolsa das águas Como proceder quando a bolsa se rompe antes do trabalho de parto ter iniciado?

A grande dúvida surge, pois, quando há perda de líquido, tanto a mãe quanto o feto ficam expostos a alguns riscos. Entre eles destaco o risco de infecção fetal e materna. Quanto tempo o organismo leva para o desenvolvimento de uma infecção após a ruptura é algo variável entre as gestantes e também depende de alguns fatores externos, como a quantidade de toques realizados durante o trabalho de parto. Por isso, os estudos científicos mostram resultados controversos.

Dependendo da idade gestacional em que a ruptura aconteça a conduta pode ser bastante distinta.

Antes de 24 ou 26 semanas de gestação a conduta é praticamente unânime entre os estudiosos, pois o feto é inviável para a vida extra uterina e portanto costuma-se interromper a gestação.

Entre 24 e 34 semanas costuma-se ter conduta expectante com monitorização para detectar sinais precoces de infecção ou sofrimento fetal e se houver algum sinal negativo a gestação deverá ser interrompida.

Após 34 semanas de gestação a conduta é a resolução da gestação. Existem, porém, alguns questionamentos à respeito da conduta a ser tomada e temos diferentes respostas nos trabalhos científicos:

• Quanto tempo pode-se esperar entre a ruptura da bolsa e o nascimento do bebê?
• Devemos induzir o parto logo que tiver o diagnóstico de bolsa rota?
• Se formos induzir, qual é a melhor droga a ser utilizada?
• Devemos usar antibióticos profiláticos e qual seria o melhor momento de iniciar seu uso?

Estas perguntas deixam dúvidas para o obstetra mais cuidadoso que não deseja realizar intempestivamente uma cesariana. Em alguns pontos existem unanimidades nos trabalhos científicos. Grande parte dos autores observou que a maioria das gestantes, a termo (37 semanas ou mais de gestação) entram em trabalho de parto espontaneamente nas primeiras 8 horas após a ruptura da bolsa. Eles observaram que a incidência de infecção no neonato só aumenta após 24 horas de bolsa rota. Com isso estaremos seguras dentro das primeiras 24 horas aguardando o nascimento do bebê.

O melhor momento para iniciar a indução de parto é outra controvérsia. Como não existe unanimidade, cada obstetra adota a conduta com a qual tiver melhor experiência. Alguns profissionais, se a bolsa romper à noite, costumam esperar até a manhã seguinte para iniciar uma indução com drogas, isso se a gestante não tiver entrado em trabalho de parto espontaneamente. Se a bolsa se rompe pela manhã, podem esperar umas 6 horas para iniciar a indução com drogas. Se a gestante não tiver contrações até o final do dia, é possível retirar a indução, aguardar mais uma noite, e, se a paciente durante esta noite não evoluir para trabalho de parto, na manhã seguinte avaliar a gestante e bebê e se o colo permanecer desfavorável talvez realizar uma cesariana. Um recurso interessante nesses casos é a estimulaação com acupuntura que pode ser realizada em todas as gestantes assim que é diagnosticada uma bolsa rota. No geral, a maioria das gestantes entra em trabalho de parto espontaneamente nas primeiras 6 a 8 horas. Na verdade, o mais importante é não ter regra fixa e avaliar cada caso para saber qual é a melhor conduta quando se tem uma bolsa rota.

O uso de antibióticos profiláticos parece não ter efeito em diminuir a incidência de infecção no bebê. Quando a gestante tem um diagnóstico prévio da presença de estreptococcos do grupo B na secreção vaginal, o uso do antibiótico parece diminuir a infecção do neonato.

A gestante com bolsa rota se possível não deve ser tocada, pois o toque eleva acentuadamente a incidência de infecção no neonato.

Para esperar ou induzir um trabalho de parto é sempre necessário avaliar o bem estar fetal na nova situação. Esta avaliação pode ser feita simplesmente escutando os batimentos cardíacos fetais através do sonnar ou de um registro gráfico como a cardiotocografia.


Como saber que a bolsa rompeu?

Quando há eliminação de grande quantidade de água via vaginal que molha a roupa e escorre pelas pernas com odor semelhante a água sanitária ou ao ejaculo do homem. Este tipo de ruptura não gera dúvidas para ninguém, porém, quando a ruptura é parcial o líquido pode sair em pequena quantidade podendo ser confundido com um corrimento ou urina. Quando houver uma eliminação deste tipo é importante que a gestante cheire a secreção para tentar diferenciá-la e coloque outra roupa íntima limpa, seca e clara para poder observar se a eliminação irá se repetir, se isto acontecer deverá analisar todas as características da secreção. Sempre que houver dúvida o profissional deve ser avisado para elucidar o caso através de exames da secreção vaginal e da própria aparência da vagina.

Para que possam avaliar a dificuldade em se determinar uma conduta com precisão em caso de bolsa rota, acessem alguns resumos de trabalhos científicos

37 comentários:

  1. Boa tarde Amigas!!!!!

    Meu nome é Elizabete, a dois anos tive uma gestação onde, no periodo da 31 semana e 5 dias, tive o rompimento espontâneo de bolsa, tão espontâneo que eu estava dormindo, no mesmo momento pensei vamos para o hospital que terei o bebê prematuro hoje!!!! Me enganei cheguei ao hospital obtive todos os procedimentos medícos, porém o médico constatou que o bebê estava com baixo peso, fiquei internada por um periodo de 5 semanas com bolsa rota, só a base de antibiotico e corticoídes, no final quando completei 33 semanas e quatro dias, tive mesmo em repouso total, entrei em trabalho de parto onde o mesmo nasceu de parto natural, meu filho amanhã dia 18 de abril de 2012, completa dois anos de vida!!!!! Graças a Deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elizabete! Meu caso foi parecido com o teu: bolsa rompeu enquanto eu dormia. só q eu estava com 36 semanas e, por falta de conhecimento na época, fui persuadida a uma cesárea de emergência com a 'justificativa' de que 6 horas e nada de dilatação ou contração... seria 'perigoso' esperar mais. Nem uma indução de parto foi tentada. e eu entrei em pânico qdo fui levada para a cesárea. Disse que não queria até o último momento, mas... devidamente assustada por toda a equipe, acabei coagida. Meu filho nasceu perfeito - ainda usaram a desculpa das circulares para justificar a 'decisão acertada' pela cesárea. Um bando de bobagens que na época me assustaram por não ter me informado o suficiente. Hoje trabalho arduamente na conscientização das mulheres [e famílias gestantes] e um relato como o teu só reforça a minha luta. Bjus a ti e ao filhote. o meu completa 2 anos em alguns dias e as cicatrizes emocionais do nascimento dele só agora estão fechando.

      Excluir
  2. Boa noite!

    Meu nome é Cíntia, no ano de 2008 tive minha primeira filha, completando as quarenta semanas e na previsão da enfermeira que acompanhava minha gestação, minha bolsa estourou mas não sentia nada, contração, dilatação nada,só tinha mesmo uma quantidade enorme de liquido aminiótico que tinha perdido, o médico obstetra respondeu a minha família que era um caso de bolsa rota e que ele tentaria induzir o parto passei catorze horas no soro esperando sentir alguma coisa e nada e ao mesmo tempo sofrendo com os toques que eles faziam e contatavam que não havia dilatação, quando estava completando dezoito horas dentro do hospital perdendo liquido e nada de ter normal o médico sem querer veio fazer meu parto cesáreo, reclamou no momento da cirurgia toda,fiquei muito preocupada com minha vida e a da minha filha,mas Deus ajudou que ela nasceu saudável. Agora estou grávida pela segunda vez e estou com medo de passar tudo de novo não sei se posso ter parto normal, e não quero passar por aquela situação novamente. Peço se vocês poderem me responde e me ajudar agradeço de todo coração. Aqui onde moro o obstetra que temos disponível pelo SUS é justamente o que fez o meu parto anterior,aqui o sistema é precário e não tenho condições de pagar um!

    ResponderExcluir
  3. Conheci o site agora! Muito bom o trabalho de vocês. Através dessas atualizações vão me ajudar muito.

    ResponderExcluir
  4. Bom tive uma gestação complicada com descolamento de placenta e com 20 semanas de gestação minha bolsa rompeu, meu bebe pesava 300 gramas.Os medicos indicaram fazer a indução do aborto pois segundo eles a gestação era inviavel e o bebe não teria chances de sobreviver a pediatra da UTI neo-natal me disse que se eu seguisse em frente o bebe não seria normal e talvez so tivesse horas de vida fora da barriga.Bem incurtando a historia eu NÃO aceitei interomper minha gravidez pois Deus me dizia que ia me dar meu filho de presente passei 8 semanas com a bolsa rompida mantendo de 20 a 40 de liquido na bolsa e com 28 semanas de gestação o liquido caio pra 14 e aceitei interomper meu bebe nasceu com 1.170kg e 35centimetros passou so 7dias entubado.Hoje ele está em casa perfeito com 6meses 6.330kg e até o momento sem sequelas neorologicas, ele ouve bem não teve nenhuma infeção nenhuma doença na vista e respira sem ajuda de nenhum aparelho sozinho.Ja come papinhas é lindo e bem sorridente.A medicina pode nos ajudar muito mais não é exata.beijoss

    ResponderExcluir
  5. Estou na minha 2 gestação e com 26 semanas fui diagnosticada com bolsa rota,estou internada,faço ultrassom de 3 em 3 dia,ver o nivel do líquido(graças a Deus esta no limite do normal,mas da pra manter a criança na barriga)ja tomei antibiótico,e hoje é só esperar,ganho neném daqui 1 mês,se tudo der certo).O médico me explicou q corro o risco de ter infecção e passar para o nénem,ou de entrar em trabalho de parto,ou o nivel do líquido diminuir muito a ponto do nenem entrar em sofimento.Está nas mãos de Deus,o melhor vai ser feito!Ah,tive sangramento durante 3 dias,e descobriu-se que a minha placenta esta baixa,tem um pedaço dela que ja está no colo do útero...não posso nem levantar da cama,meu repouso é total.Orem para Deus me da força para suportar,pois não é facil,tenho uma filha de 2 anos q esta sentindo minha falta,e aqui no hospital fico sozinha sem companhia nenhuma(as horas custam a passar).bjus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Erika tudo vai dar certo. Tenha fé em Deus. Vou rezar por vc e pelo bebe. Bjs de uma avo que esta passando por isso. Muito Amor

      Excluir
  6. Oi hoje me sinto mais a vontade de falar sobre meu caso tive uma gestação de bolsa rota,onde minha bolsa estourou aos 5 meses de gestação,meu liguido de 15 caiu para 3,5,depois 2,9 e as chances de meu bebezinho viver eram minimas ,conseguimos chegar até ao 6 mes e 5º dia ,depois de 31 dias internada e repouso total,foi quando meu filhinho teve que nascer devido a infecção materna já avançada devido aos fatos,meu amorzinho nasceu com 740 gramas,a vontade de viver era tremenda ,mais apenas esperou-me para nos conhecer-mos,nunca vi na minha vida coisa tão linda ,tão perfeita e uma maozinha tão pequenininha mais com um aperto tão forte...ficou na UTI,esperou 31 hs,tempo suficiente para ouvir a minha voz e eu sentir que ele estava ali...mais se foi logo após que nos conhecemos,nunca vou esquecê-lo.“Coisas ruins acontecem ás vezes com as pessoas boas, não existe um motivo porque as coisas acontecem, elas só acontecem. A dor vai embora e no tempo certo será substituída pelas lembranças do passado. Você esquecerá a dor e começará a lembrar da alegria que ele trouxe pra sua vida.” O amor que sentimos por um filho é maior de todos os amores que encontramos durante a vida a fora, é maior que tudo... E complemento dizendo:
    VAI ALEM DA VIDA E DA MORTE, É INFINITO, É ETERNO!!!
    Com o tempo, tento acreditar que as coisas podem mudar:
    Talvez a dor diminua, talvez eu aprenda conviver com a saudade, mas tem uma coisa que não vai mudar nunca, independente de qualquer coisa que possa acontecer...
    O AMOR por ele...Emanuel...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Débora conheço bem a sua dor... tive uma bolsa rota com 21 semanas de gestação. Não quis induzir o parto e então fui internada com repouso absoluto. Meu liquido foi de 14 a 2 e continuou oscilando entre 2,1 e zero. Não entendia o que havia acontecido, não tive problemas de saude ou infecoes, nada. Fiquei arrasada e a cada ultrassom eu chorava muito, pois sabia o quanto era importante o liquido para a maturação do pulmaozinho do meu principe. Tudo estava indo bem comigo e meu principe até completar 25 semanas de gestação, pois comecei a entrar em trabalho de parto. Tive 2 centimetros de dilatação,mas parou. Fiquei aliviada, precisava segurar o maximo possivel. Entao comecei a ter um sangramento forte por causa da dilatação, entraram com transfusao de sangue,mas as contracoes tinham diminuido e a dor era suportavel. Aguentei mais 1 semana e com 26 semanas de gestaçao entrei em trabalho de parto novamente e meu principe nasceu pesando 780 gramas. Me senti tao culpada por nao ter segurado mais tempo...!! Ele nasceu lindo!! A coisa mais linda que eu ja havia visto, e o medo de perde-lo tomou conta de mim! Fui para o banco de leite, pois meus seios doiam muito e, quanto leite eu produzi!! Meu principe viveu por seis dias.Pude conhecê-lo, conversar com ele e olhar nos olhinhos pretos dele, bem no fundo, e dizer o quanto ele era amado! Ele lutou muito para viver, as enfermeiras o chamavam de pequeno grande menino. Seu nome é Alex Yuiti que significa primeiro filho brilhante. Realmente ele foi brilhante. Sinto muita falta dele!!! Também acredito que as coisas simplesmente acontecem, sem um porquê, mas percebi o quanto a vida é injusta!! Nunca vou esquece-lo!! A dor ainda é muito forte para mim!! Está dificil seguir...

      Excluir
    2. Michelle,realmente a dor é grande ,mais agente vai começando a entender os fatos que Deus nos prepara.São rostinhos que nunca enquanto vida tivermos esqueceremos.Mais a oração é o aimento da alma e sei que um dia Deus nos entregará nossos presentinhos novamente.Seja forte ,estarei orando por vc !!!

      Excluir
    3. Não tenho nem palavras para consolá-las porque tb acabei de passar pelo mesmo.
      Minha filha, Luana, nasceu de quase 32 semanas com 1.810 kg, 45 cm,apgar 9 e 10, qdo saiu da UTI e foi para NEO2, no nono dia de vida, ela teve um tamponamento cardíaco, uma mal súbito, e faleceu....ninguém acreditou, tendo em vista ela estar tão bem, a única explicação para estes acontecimentos acho que é espiritual.
      Que Deus nos conforte e nos dê força para prosseguir.
      Se alguém quiser ver tenho escrito um blog, minhaluaminhaluz.blogspot.com.

      Excluir
    4. passei pela mesma situacao sua amiga tive meu miguelzinho com 938g ele esperou so ouvi minha voz senti meu cheiro e do papai e depois de24 hrs ele faleceu mais pra mim ele sempre vai esta vivo no meu coracao infelizmente aconteceu mais ele nunca vai sair de mim

      Excluir
  7. Querida Débora, parabéns pela força. É difícil mas a gente supera e como vc diz, algo fica, e esse algo é o amor que não morre nunca. Continue com ele e esteja bem. Abraços Adriana

    ResponderExcluir
  8. oi amigas sou michele da silva quero dividir com vcs minha experiencia em 06/02/2010 eu estava gravida de 4 meses quando ouve o rompimento da minha bolsa fiquei desesperada pois os médicos não me dava nem uma esperança falava que a qualquer momento ia interromper minha gestação pois o feto era muito pequeno só tinha 230 gramas e não valia a pena arriscar minha vida pois a qualquer momento poderia me dar uma infecção fiz acompanhamento 1 dia sim e outro não fazendo todos os exames e os médicos falando que eu ia ter um parto prematuro devido ao meu problema . eles só esquecerão de perguntar qual DEUS que eu servia , pois eu sirvo o DEUS todo poderoso como vcs pode ver nas explicações tem que interromper o quanto antes pois o bb e a mãe corre riscos , mais a minha foi até os 9 meses pra honra e gloria do meu DEUS quero compartilhar essa esperiencia com vc que talves está passando por isse problema e falar que DEUS é o DEUS do impossivél ele pode todas as coisa quando ele quer basta crermos minha filha hoje está com 1 ano e 9 meses em perfeita saude se chama isabel pois o significado de isabel é= dedicada a DEUS..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michele que Deus esteja contigo e Isabel a todo momento,fico feliz porque deu certo,Deus entende tds as coisas,hoje se meu Emanuell estivesse aguentado ate os nove meses,estaria vindo hj.Mais Deus é fiel na minha vida assim como foi e é na sua e da sua filhinha,espero pacientemente nos planos dele,sei que tem algo pra mim,além de um lindo encontro com meu filhinho um dia...Muita paz pra vcs!!!

      Excluir
    2. Michele, muito bonita sua história.mestou passando pelo mesmo problema minha bolsa rompeu com 4 meses, estou agora com 5 e continuo perdendo liquido. vc ficou de repouso absoluto? porfavor ore por mim e minha menina. bjs
      meu e-mail: beterocha@hotmail.com

      Excluir
  9. Então meninas eu tbm sofri com bolsa rota, comecei a perder liquido com 26 semanas, tomei remédios e repouso,consegui segurar até as 33 semanas, não poderia mais deixar ela já está entrando em sofrimento fetal, além do materno, já que eu não conseguia ter um parto normal e ela estava encaixada, então foi feito o parto, ela nasceu, chorou bem, mais ela ja havia feito cocô(mecônio) dentro da minha barriga e consequentemente ela ingeriu... Foi direto para uti, pesando 1740 e 42 cm, ficou entubada por 6 dias, saiu de todos os aparelhos,ficou bem e com 09 dias peguei ela linda no meu colo, com 11 dias seu quadro se agravou rapidamente a infecção no intestino se espalhou por todo corpo, e na segunda com 12 diaas infelizmente ela faleceu...A Minha vida parece que acabou, tbm estou com infecção, estou tratando e busco forças na minha filha de 2 anos que está sempre ao meu lado me dando forças...
    mais a minha Ana Clara se foi e a dor só quem perdeu sabe como é!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que Deus dê a vc o conforto que necessita pra aliviar essa dor!!!!
      Desculpe perguntar, mas qual é o tratamento dessa infecção, há muitos riscos, é doloroso???
      Estou perguntando pois minha irmã está com a bolsa rota, mas os médicos não ficam falando dos riscos para não assustar minha irmã nem a minha família...
      Se puder me responda por favor... Estou muito preocupada...

      Excluir
  10. Alguém sabe algo sobre bolsa rota de gestação gemelar? Sao bolsas separadas estourou a bolsa de um dos meus bbs!!! Porém o outro gêmeo esta bem, e meu pequeno mesmo sem liquido esta vivo lutando pela vida!!! Estou tratando com antibióticos e repouso absoluto estou de 21 semanas entreguei nas maosdo meu Deus!!!

    ResponderExcluir
  11. Tb estou internada com a bolsa rota, completo hoje 31 semanas, estou desesperada pq essa noite saiu muito sangue, estou internada ha uma semana e o médico disse que no maximo 34 semanas deveremo fazer o cesario, mas Deus é grande e está aqui do nosso lado!

    Mas o meu desespero maior é que o serviço aqui é precário, desde segunda estou esperando pra fazer uma ultrassonografia e até agora nada, mesmo depois de eu ter perdido tanto líquido e tanto sangue, não sei mais o que fazer, ja fiz escândalo mas ng fez a US pra ver quanta água tem como está o colo do útero

    ResponderExcluir
  12. Olá meu nome é Eliane estava grávida de 14 semanas e minha bolsa se rompeu,então tive que ser induzida ao aborto hoje faz três dias que abortei,minha dúvida é se tenho alguma falha de vitamina alguma coisa que justifique esse ato prematuro da ruptura da bolsa ou se meu bebe ia ter alguma sequela e por isso meu organismo rejeitou por favor me ajudem eu procuro uma resposta e não encontro!

    ResponderExcluir
  13. Fiquei internada por quase 15 dias por ter perdido bastante líquido, me disseram que era bolsa rota. Graças a Deus minha princesinha nasceu de cesariana e bem, apesar de ter ficado 20 dias no neo natal para ganhar peso. Agradeço a Deus por ter dado tudo certo :)

    ResponderExcluir
  14. hoje fazem 19 dia que dei entrada no hospital hgi com diagnostico de bolsa rota o ultrassom apontou 1.42 de liquido os médicos me disseram que meu bebe era um bebe inviável por somente 22 semanas passei 10 dia internada no 11 dia perdi meu anginho após um parto normal fiz curetagem me sinto triste arrasada peço a deus que me conforte e a todas que passaram por isso e livre nos desse mal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jussara, sinto muito. Também passei por isso. 22 semanas é muito cedo mesmo para ter um bebê em condições de sobreviver. Passei pelo luto e abra seu coração para a chegada de um novo anjinho. :-)

      Excluir
  15. leidiane santos 14/11/2013 14:00

    Leidiane eu adorei esse site minha filha nasceu de 7 meses foi muito dificil pra mim no começo, pois eu não sabia como era que a bolsa estourava eu tinha não época 22 anos e era meu primeiro filho eu esta só com o meu irmão de 15 anos em casa.

    ResponderExcluir
  16. Oi meninas Bom Dia hj faz 1 ano que meu bebezinho se foi,hj entendo de uma forma diferente e mais acolhedora ao meu coração.Há um ano fiz minha primeira postagem contando a minha dor com vcs,penso assim :Obrigado Senhor por ter deixado nos conhecermos em vida,foi um imenso prazer ver o pulsar do coraçãozinho do meu filho e o tão grandioso toque de suas maoszinhas nas minhas ,sinto este toque até hj,apenas fecho os olhos e viajo até aquele momento tão somente nosso (momento maravilhoso). E penso que por ele ser tão lindo ,tão perfeito tão frágil ,tão puro e sem pecado...Deus preferiu levá-lo pro lado dele ,com toda certeza estaria mais protegido um dia recebo ele de volta dos braços de Deus. Se hj aqui ele estivesse poderia está muito bem como tbm poderia ter tido algumas sequelas,acho esse mundo tão cruel por natureza que as nossas dores poderiam ser maiores com a maldade das pessoas .Deus é fiel e eu creio nisso!!!! O que me conforta é saber que ele está em boas mãos e em um bom lugar...Força ,Saúde,Paz e Sabedoria para saberem lhe dar com essa situação .Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Débora, obrigada pela mensagem tão bonita e amorosa. Que vc e seu bebê, onde quer que ele esteja, fiquem em paze felizes. Para tudo tem um sentido e o amor certamente vai além do espaço e do tempo.
      Grande abraço!

      Excluir
  17. oi meninas,hoje esta fazendo 18 dias que perdi meu primeiro bebezinho,meu anjo chamado Samuel eu estava com 19semanas e 2 dias sofri muito e ainda estou sofrendo pois foi uma coisa tão inesperada, sonhei em gerar e depois dos 9 meses poder segurar nos meus braços durante 4 anos e 10 meses e agora tudo terminou desta maneira,minha bolsa rompeu e perdi todo o meu liquido,sofri bastante pois passei por 2 curetagem e muita dor tive uma grande hemorragia e um descaso tremendo da parte de alguns médicos,não posso mentir tenho sofrido demais mais tenho pedido ao meu grandioso DEUS que me console e me de forças para continuar e seguir em frente pois sei que um dia eu vou encontrar esse meu anjo lindo força para todas as minhas amigas que estão ou já passaram por essa situação um abraço,

    ResponderExcluir
  18. Oi meu nome é Marilia também tive um parto prematuro estava com 26 semanas quando minha bolsa rompeu fui para o hospital fiquei três dias internada tomando injeção de cortifoide quando de repente meu cordão desceu pela vagina tive prolapsio então foi feita uma cesariana era um menino nasceu 598 gramas mas só sobreviveu uma hora até hoje sinto falta do meu anjinho Mateus sei que tenho uma linda filha mas ele sempre vai me fazer falta mas Deus esta me dando o conforto

    ResponderExcluir
  19. Ainda estou me recuperando desse acontecimento que machucou bastante o meu coração.
    No dia 12/02/14 a minha bolsa rompeu e eu estava exatamente com 22 semanas. Os médicos manteve a base de antibióticos, mas a partir do dia 17/02/14 comecei a ter infecção, que foi aumentando muito. Eu não entrei em trabalho de parto, a minha filha Agatha estava viva, o seu coração batia forte dentro de mim.
    Mas não teve jeito! Os médicos tiveram que induzir o meu parto, porque a infecção estava quase generalizando. Teve momentos que eu decidia morrer junto se preciso. a minha mãe e o meu marido ficaram juntos comigo o tempo todo.
    No dia 23/02/14 a minha pequena nasceu de parto normal, chorou bem baixinho e ficou viva apenas por 1 hora.
    Estou sofrendo muito! Somente DEUS para me confortar.

    Algum profissional sabe me dizer o que pode ter acontecido. Pois até o dia 29/01/14 estava tudo normal.

    Obs.: A minha primeira gestação aconteceu a mesma coisa, rompimento da bolsa com 15 semanas e 4 dias e o colo do útero estava aberto.Como eu não sentia contrações tive que induzir o parto.
    Agora o colo do útero estava totalmente fechado, mas tive que induzir o parto devido a infecção.

    Por favor! Alguém me ajuda.

    Maria Rosângela Ricardo Gama - 37 anos - Jaguaré-ES

    ResponderExcluir
  20. dia 08 de dezembro minha bolsa rompeu do nada,pra mim eu estava com 36 semanas depois me disseram que era 34,no dia 09 fizeram uma cesaria pq nao consegui o normal ,meu filho sobreviveu 20 dias,no dia 29 de dezembro ele nao resistiu e faleceu,nao sei pq minha bolsa rompeu,nao me conformo ainda,ele era lindo enorme,tinha 46 cent,e 2760 kls.so gostaria de saber seu eu engravidar de novo tenho risco de parto prematuro outra vez?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla, é muito estranho o que conta. Com 36 semanas um bebê deveria sobreviver sem muitos prejuízos. Qual foi o diagnóstico dos médicos? Ele estava grande, com um peso bom... Não é prematridade de risco, essa. Vou postar sua mensagem no facebook da ong para ver o que outras pessoas tem a dizer, ok? O endereço é esse: https://www.facebook.com/pages/ONG-Amigas-do-Parto/59924964751?ref=hl Para saber se você corre risco se engravidar novamente, tem que entender o que aconteceu com seu bebê - não foi o bolsa rota. Algo aconteceu com ele DEPOIS do nascimento. Ou ele tinha uma malformação ou.... É isso que tem que saber,
      Abraço e nos acompanhe.
      Adriana

      Excluir
  21. Tive bolsa rota no dia 19/02/2014 com 22 semanas de gravidez. Fiquei internada por 12 dias em repouso total, mas entrei em trabalho de parto e o Lucas nasceu, infelizmente sem vida. A dor é muito grande e a vida tem sido muito difícil depois disso, mas sei que Deus dará conforto. Antes da bolsa rota fiz o exame de Amniocentese e não fui informada sobre os riscos, somente depois que perdi meu bebê fiquei sabendo que este exame aumenta os riscos de aborto. Fiquei muito chateada com a minha obstetra e estou pensando se vale a pena denunciá-la ao CRM.

    ResponderExcluir
  22. Quero saber o que eu tive. Com 34 semanas eu comecei à perder líquido. Fui ao médico, fiz uma ultra e foi identificado. Fiquei na observação, nesse tempo comecei tambem a sangrar, isso era as 01:hrs da manha, esperei até as 8 da manhã do dia seguinte, fiz uma Doppler, e tbm foi identificado insisuras nas artérias uterinas. Com isso fui direto pra mesa de cirurgia, fazer cesariana.
    O que aconteceu comigo?

    ResponderExcluir
  23. Ola a todos,quero que vocês me ajudem a minha amiga ( V )está internada a 34 dias,,hoje ela esta com 21 semanas de gestação e desde as 16 semanas esta com a bolsa rota e o liquido esta a zero e todos os dias ha um sangramento de cor rosada. Ela esta no soro esses dias todos e não recuperou nada,eu sei que as chances de sobreviver são zero mais ela continua com esperança pois os médicos ainda continua com gestação. qual são as chances e qual seria a conduta mais certa pelos médicos já que ela com risco de infeções e o bebê.

    ResponderExcluir